quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

" O Grande Gatsby"

“O Grande Gatsby” foi escrito por Francis Scott Fitzgerald em 1925 e retrata principalmente o sonho americano.
É um livro bastante popular nos EUA, tendo sido adaptado ao cinema.
A acção decorre em Nova Iorque e Long Island no Verão de 1922. Existem cinco personagens, Nick Carraway, sendo este o narrador; Jay Gatsby; Daisy e Tom Buchanan e Jordan Baker.
Este livro retrata a vida de Jay Gatsby do ponto de vista de Nick, retrata também os “Loucos Anos 20” que foi um período de grande prosperidade para os EUA.
Gatsby é um homem rico e misterioso que está constantemente a dar festas em sua casa. Ele tem como principal objectivo reencontrar o seu amor perdido de alguns anos atrás, Daisy, as festas de Gatsby pretendem chamar a atenção desta que vive do outro lado da baía. Podemos relacionar esta parte do livro com o sonho americano, pois uma das caracteristicas que podemos atribuir a este sonho é, lutar contra todas as adversidades, quando não há qualquer tipo de esperança. Assim, esta relação entre Gatsby e Daisy e o sonho americano é que quando aquele a conheceu era pobre e lutou e fez de tudo para se tornar rico, no entanto não foi da melhor forma, pois grande parte da sua fortuda vem da venda de alcool que nesta altura era proibida nos EUA (“Lei Seca”) e de outras actividades ilegais, esta obessão por querer ser rico deve-se ao facto de ele querer o amor de Daisy de volta e pensar que desta forma será muito mais fácil conquistá-la. Gatsby vive assim na ilusão de reviver o passado e querer alterá-lo.
Outra relação que podemos encontrar entre esta história e o sonho americano é que o sonho de Gatsby por Daisy é corrompido pelo dinheiro e desonestidade, pois estes não ficam juntos, assim como o sonho americano de felicidade e individualismo se tornou meramente em riqueza material, o que faz com que tanto o sonho de Gatsby como o sonho americano se desintegrem. Como o próprio titulo diz, “O Grande Gatsby”, este apenas é considerado de “Grande” porque ele tentou transformar os seus sonhos em realidade.
Outro dos temas abordados neste livro são as classes sociais e a sua divisão que é ilustrado pelos locais onde vivem, East Egg, onde vivem aqueles que sempre tiveram de dinheiro, através de heranças, que é onde vive Daisy e West Egg, onde vivem os novos ricos e seguidores do sonho do sucesso, onde vive Gatsby.
Deste livro, retiro principalmente duas frases, são estas, “As impressões nem sempre são correctas, num mundo de aparências”, que se pode interpretar em como naquela altura, e ainda hoje, apenas interessava a aparência exterior das pessoas e os bens que possuiam, fazendo-se assim a sua caracterização. A outra frase que retiro deste livro é aquele com que o livro acaba, “ Assim vamos persistindo como barcos contra a corrente, incessantemente levados de volta ao passado”, que podemos de certa forma dividir em duas partes, a primeira “Assim vamos persistindo como barcos contra a corrente”  que fala dos “loucos anos 20” em que as pessoas bem nascidas podiam aproveitar a vida ao máximo ou as que não tinham o mesmo berço tinham o sonho e a possibilidade de se fazerem assim mesmo (self made man); a segunda parte, “... incessantemente levados de volta ao passado” que quer dizer que no final da década de 20 todo este ambiente de festa acaba com a crise da bolsa americana, parecida com a dos dias de hoje e com isso, acaba o sonho.




Sem comentários:

Publicar um comentário